Lu Conviteria - Convites de Casamento
   
   
  Última atualização   17 de novembro de 2019 | 21:51:12
Contato

Minas Gerais assume a vice-liderança na exportação nacional de carne de peru


Incluída em: 24/08/2011 | 16:40


As exportações mineiras de carne de peru somaram US$ 58,4 milhões nos primeiros sete meses de 2011, informa o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). De acordo com análise da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa-MG), a receita de vendas externas alcançada neste ano é 37,5% superior à apurada em igual período de 2010. Com esses resultados, Minas Gerais passou à frente de Santa Catarina e do Paraná, ficando agora atrás apenas de Goiás no ranking nacional dos maiores exportadores da carne.
 
A assessora técnica da Superintendência de Política e Economia Agrícola (Spea) da Seapa-MG, Márcia Aparecida de Paiva Silva, diz que a cifra exportada nos primeiros sete meses de 2011 foi próxima ao recorde do acumulado de janeiro a julho registrado em 2008 (US$ 58,9 milhões). “O grande diferencial para o ano de 2011 foi o preço médio de US$ 3.105,14 a tonelada, maior valor já registrado nos últimos anos”, explica.
 
Os principais destinos das exportações mineiras de carne de peru em 2011 foram Holanda e Rússia, que compraram o equivalente a 56,7% e 13,5%, respectivamente, das vendas externas mineiras. Os dois maiores compradores da carne mineira registraram incremento das compras, comparando-se o período de janeiro a julho de 2010 e 2011.
 
Márcia Silva observa que, na comparação desses dois períodos, também foi observado aumento do número de países compradores, que passou de 27 para 31. A assessora comenta que a Espanha teve destaque, pois não registrou compras nos primeiros sete meses de 2010 e em igual período de 2011 foi o quarto maior importador, com aquisições no valor de US$ 3,6 milhões.
 
Setor em ascensão
Em 2010, Minas Gerais respondia por 17,1% das exportações brasileiras e nos sete primeiros meses deste ano passou a responder por 24,9%. Segundo Márcia Silva, o aumento de 37,5% na receita de exportação mineira foi superior ao comportamento do valor exportado pelo Brasil, que teve redução de 5,8% entre os primeiros sete meses de 2010 e 2011.
 
“Uma boa oportunidade para expandir ainda mais as exportações mineiras do setor advém da decisão do governo da Malásia, registrada no último mês de julho, que habilitou frigoríficos brasileiros a exportar carne bovina e de peru para aquele país. Nesse contexto, as questões religiosas, que são preceitos para o abate na Malásia, deverão ser consideradas para a compra da carne brasileira”, informa Márcia Silva.
 
A Indonésia também autorizou embarques de carne de pato e de peru brasileira. A abertura do mercado à Malásia e à Indonésia é fruto de missões realizadas nesses dois países, que são potenciais mercados também para outros produtos. No caso do Japão, estão sendo inspecionados frigoríficos brasileiros de carne suína que poderão ser exportados para o mercado japonês.
 
“Diante das boas perspectivas é importante que o Estado aproveite as boas oportunidades e, portanto, consiga usufruir dos benefícios da abertura de mercado. Nesse sentido, as indústrias e os frigoríficos mineiros devem estar ajustados às normas do comércio internacional desses produtos”, avalia a assessora.
 
Agência Minas
PINHAL net 2017 4 Pocos-Net 2017 2 Pocos-Net 2017 3



ENQUETE

Sites Poços - Net | Anuncie | Central de Denúncias | Trabalhe na Rede Sulmineira de Provedores Ltda. | Política de Privacidade
© Copyright 1996-2013, Grupo Poços-Net - Todos os direitos reservados