Start Outdoor
   
   
  Última atualização   21 de novembro de 2019 | 10:20:25
Contato

FMM apresenta concerto com orquestra norte-americana


Incluída em: 09/01/2013 | 09:33


A agenda da 14ª edição do Festival Música nas Montanhas apresenta, na noite desta quarta-feira (09), um concerto que promete ser um dos pontos altos do evento. Com um programa que mescla lirismo a virtuosidade, a Orquestra de Câmara da Universidade de Dakota do Norte (UND Chamber Orchestra), nos Estados Unidos, é a grande atração da série de concertos noturnos. O concerto acontece às 20h30, no Teatro Municipal da Urca, com entrada franca.

 

Mais cedo, o evento dá início à outra série de apresentações, a de Concertos Especiais. Destinada à inserção sociocultural, a iniciativa leva música a locais onde dificilmente o público teria condições de acesso ao repertório erudito. Asilos, igrejas, hospitais e outros espaços diferenciados tornam-se palco das apresentações. Com um programa especial para violoncelo, a apresentação especial acontece às 15h, na Casa de Apoio da Associação do Voluntariado Contra o Câncer (AVOCC).

 

De acordo com o psicólogo responsável pela instituição, Marcelo Leme, iniciativas assim são de valor inestimável e grande contribuição terapêutica.

 

“Uma das maiores demandas dos pacientes que ficam tanto tempo ociosos na Casa de Apoio é a música. Sempre quando um estagiário ou voluntário aparece e oferece qualquer trabalho relacionado à música, eles vibram. Fazem isso porque ela, igualmente a outras formas de arte, remete a muitas coisas. A possível nostalgia, que as composições e melodias causam, é de alguma forma terapêutica pela própria representação significativa causada em cada um. Impulsiona memórias, além de ser integradora, aproximando todos e divertindo em comunhão. A arte de forma geral é brilhante e creio que determinante para o tratamento e também para a vida. Neste sentido, a iniciativa do Festival contribui de maneira muito importante para o trabalho que realizamos junto a esses pacientes”, informou.

 

As apresentações da série de concertos especiais, sempre marcadas pela emoção, acontecem desde a primeira edição do Festival, há 14 anos. Na quinta-feira (10), às 14h30, a série de Concertos Especiais leva um grupo de flautas ao asilo Vinhas do Senhor.

 

CONCERTO NOTURNO - UND Chamber Orchestra

 

Sob a regência e direção artística de Alejandro Drago, a UND Chamber Orchestra é o maior conjunto orquestral da Uni¬versidade de Dakota do Norte, nos Estados Unidos. Apresenta-se em um diversificado programa de concertos, incluindo a série reg¬ular no campus, concertos sinfônicos anuais, e em breve concertos regionais e internacionais, como a 2013 Brazil Tour. O Programa de Cordas é dirigido pelo Dr. Alejandro Drago, professor assistente de violino e viola, bem como diretor da Orquestra de Cordas.

 

Formada por nove violinos, quatro violistas, sete violoncelistas e um contrabaixista, a UND apresenta, na noite desta quarta-feira, um programa que se inicia com o “Concerto para Violino em Ré menor, D 45”, de Giuseppe Tartini, passando pelo “Rondo para violino e cordas em Lá maior, D. 438”,  de Franz Schubert. O espetáculo é encerrado por três peças de Johann Sebastian Bach.

 

São solistas convidados, o oboísta Robert Herman (oboe d’amore), a soprano Susan Ruggiero-Mezzadri, o flautista Danilo Mezzadri  e o trompetista poçoscaldense Juliano Marques Barreto.

 

ALEJANDRO DRAGO

Natural da Argentina, Alejandro Drago rege o concerto. Ele tem se apresentado nos Estados Unidos, Rússia, Áustria, Lituânia, Bielorrússia, França, Ex-Iugoslávia (Sérvia, Bósnia e Herzegovina), Romênia, Portugal, Brasil, Paraguai, Haiti, Equador, Panamá e Colômbia, em prestigiosas salas de concerto, tais como a Grande Sala do Conservatório de Moscou, a Sala Filarmônica de São Petersburgo, Teatro Colón em Buenos Aires, o Kennedy Center nos EUA e o Kolarac Zal de Belgrado.

 

A versatilidade musical de Alejandro Drago lhe permite empreender com êxito a execução de programas diversos, como o ciclo das Seis Sonatas para Violino Solo - de Eugène Ysaÿe, a estreia de seu próprio arranjo das conhecidas “Cuatro Estaciones Porteñas”, de Astor Piazzolla, na Áustria, à estreia mundial do “Concerto para Violino” de Arthur Barbosa, nos Estados Unidos.

 

Drago realizou apresentações, como solista, com importantes orquestras nos Estados Unidos. Sua discografia, na França, nos EUA e na Argentina, inclui quartetos de cordas, concertos, tangos de vanguarda - para o selo EMI International - e obras para violino solo.

 

Sua formação musical começou quando, ainda menino, acompanhava sua mãe, bailarina profissional de tango, aos lugares onde ela dançava. Ali conheceu Antonio Agri, que foi, por muitos anos, violinista de Astor Piazzolla. Agri o recomendou a um membro de seu grupo, quem o ensinou as bases da teoria musical. Graças a uma bolsa do governo russo, obteve sua graduação em interpretação e pedagogia do violino, em 1996, no Conservatório Tchaikovsky, de Moscou, sob a orientação da professora Marina Yashvili. Recebeu importantes bolsas de estudo e subsídios e foi ganhador de diversos concursos nacionais e internacionais na Itália, Jugoslávia e Argentina. No Brasil, Alejandro Drago é, desde 2004, professor de violino do Festival “Música nas Montanhas” de Poços de Caldas, Minas Gerais.

 

Programação

Na quinta- feira (10), às 20h30 no Teatro da Urca, a apresentação noturna do FMM fica por conta do Trio A la Russe, com Guigla Katsarava (piano), Miran Begic (violino) e Viktor Uzur (violoncelo). A programação de concertos da 14ª edição do Festival Música nas Montanhas pode ser integralmente acessada nowww.festivalmusicanasmontanhas.com.br.

 

ACS/FMM

 

 

Pocos-Net 2017 2 Pocos-Net 2017 3 Pocos-Net 2017 5



ENQUETE

Sites Poços - Net | Anuncie | Central de Denúncias | Trabalhe na Rede Sulmineira de Provedores Ltda. | Política de Privacidade
© Copyright 1996-2013, Grupo Poços-Net - Todos os direitos reservados