Pocos-Net 2017 1
   
   
  Última atualização   21 de setembro de 2019 | 04:32:40
Contato

Central “CAÉ” retoma atividades


Incluída em: 29/09/2011 | 11:21


Esta instituição, sem fins lucrativos, existe desde 16 de janeiro de 1995, sendo criada para dar apoio e amparo aos homossexuais, mas no sentido social, buscando resgatar o marginalizado e discriminado para convívio geral, intentando apresentar meios possíveis para instrução, profissionalização e desenvolvimento cultural dos homossexuais.

Com uma estrutura profissional mais sustentável, a tendência é que o homossexual não precise enveredar-se para a prostituição e, certamente estará sólido para garantir moradia decente e, as demais necessidades básicas inerentes para sua sobrevivência, eliminando a única opção que lhe é oferecida socialmente, que é a marginalidade social.

Embora muitos reconheçam que o homossexual mereça atenção e relevo social, a maioria das pessoas ainda são resistentes à aceitação tanto da presença, quanto do convívio com as pessoas que defendem e vivem uma sexualidade livre e opcional, diferente do que se diz natural e, a intenção da CAÉ é homogeneizar esta diferença, inserindo o homossexual na sociedade de forma a proporcionar-lhes dignidade e constância, a ponto de não se perceber que sua opção sexual faça diferença quando de sua presença ou não, sem se sentir desigualdade entre uns e outros.

A discriminação não pode ser uma inflexibilidade sem fim em desfavor de quem fez opção sexual diferente dos que se acham “normais”, vez que a opção sexual não pode ser a barreira que vai dividir o ser humano e, somente com a divulgação acirrada de que direito é para todos, que as normas constitucionais impõem o respeito de uns para com os outros é que se conseguirá extinguir a homofobia e, se perceber a ignorância que existe nesta discriminação.

Há anos os movimentos sociais vêem lutando para extirpar este desprezo que existe entre os seres, não só em relação aos homossexuais, mas pelas mulheres, pelas crianças, pelos idosos, pelos portadores de necessidades especiais, enfim, pelo diferente, o que é uma atitude anti-humana, pois que todos foram criados na mesma espécie e, certamente quem toma conta do que discriminam é a mesma pessoa que também acolhe os discriminados e, neste pensamento, há que se lutar com garra e força para a adversidade ser combatida e imperar a harmonia social entre os seres.

Com este intuito o CAÉ volta à ativa e, conta com a participação de toda sociedade para erguer a bandeira da paz entre os seres humanos e poder fazer de Poços de Caldas uma cidade tranqüila e com equilíbrio harmonioso entre seus cidadãos, independentemente da opção sexual que cada um preferir ter, proporcionando consciência profissional digna a todos, com cursos e ensinamentos que serão aplicados em prol de quem desejar se instruir.

A Central “CAÉ” volta à ativa no dia 05/10/2011, quando haverá a eleição da diretoria que a dirigirá pelo tempo estatuído, após esta reativação.

Todos estão convidados a fazer parte deste agrupamento que agirá em prol da solidariedade, humanidade, amor e busca pela cultura e profissionalização dos homossexuais e, excluídos de forma em geral da sociedade, por falta de conhecimento de seus direitos e, principalmente de aculturação.

Divulgação
 

PINHAL net 2017 4 Pocos-Net 2017 2 Pocos-Net 2017 3



ENQUETE

Sites Poços - Net | Anuncie | Central de Denúncias | Trabalhe na Rede Sulmineira de Provedores Ltda. | Política de Privacidade
© Copyright 1996-2013, Grupo Poços-Net - Todos os direitos reservados